DarkSide Books

O Menino que Desenhava Monstros

Todos já desenharam monstros na infância, mas poucos conseguiram dar vida a eles.

Keith Donohue escreve histórias realmente assustadoras. Não aquelas com sangue por todos os lados ou sustos premeditados para fazer o leitor pular da cama. O horror está nas sutilezas que são capazes de fazer a pele formigar e nos dar a certeza de que estamos diariamente interagindo com o sobrenatural.

O Menino que Desenhava Monstros (The Boy Who Drew Monsters, Keith Donohue)

UMA LEITURA MONSTRUOSA:

AMAZON SUBMARINO AMERICANAS

Jack Peter é um garoto de 10 anos com síndrome de Asperger que quase se afogou no mar três anos antes. Desde então, ele só sai de casa para ir ao médico. Jack está convencido de que há de monstros embaixo de sua cama e à espreita em cada canto. Certo dia, acaba agredindo a mãe sem querer, ao achar que ela era um dos monstros que habitavam seus sonhos. Ela, por sua vez, sente cada vez mais medo do filho e tenta buscar ajuda, mas o marido acha que é só uma fase e que isso tudo vai passar.

Não demora muito até que o pai de Jack também comece a ver coisas estranhas. Uma aparição que surge onde quer que ele olhe. Sua esposa passa a ouvir sons que vêm do oceano e parecem forçar a entrada de sua casa. Enquanto as pessoas ao redor de Jack são assombradas pelo que acham que estão vendo, os monstros que Jack desenha em seu caderno começam a se tornar reais e podem estar relacionados a grandes tragédias que ocorreram na região. Padres são chamados, histórias são contadas, janelas batem. E os monstros parecem se aproximar cada vez mais.

"Uma assustadora obra prima gótica." - PETER STRAUB

O Menino que Desenhava Monstros (The Boy Who Drew Monsters, Keith Donohue)

Na superfície, O MENINO QUE DESENHAVA MONSTROS é uma história sobre pais fazendo o melhor para criar um filho com certo grau de autismo, mas é também uma história sobre fantasmas, monstros, mistérios e um passado ainda mais assustador. O romance de Keith Donohue é um thriller psicológico que mistura fantasia e realidade para surpreender o leitor do início ao fim ao evocar o clima das histórias de terror japonesas.

Um livro para fazer você fechar as cortinas e conferir se não há nada embaixo da cama antes de dormir. O MENINO QUE DESENHAVA MONSTROS receberá o tratamento monstruoso já conhecido pelos leitores da DarkSide® em junho de 2016. A história também ganhará uma adaptação para os cinemas, dirigida por ninguém menos que James Wan, o diretor de Jogos Mortais e Invocação do Mal.

“A prosa de Keith é vibrante, pungente, delicada e até melódica.”
— PETER STRAUB —

“Uma história de horror clássica e hipnótica... O Menino que Desenhava Monstros, vai muito além, mistura realidade e ficção com uma narrativa própria que nos ajuda a enxergar o que está fora do nosso campo de visão.”
— TIME OUT (NEW YORK) —

“Prepare-se para dormir de olhos bem abertos.”
— WASHINGTON INDEPENDENT REVIEW OF BOOKS —

“Uma narrativa rápida e assustadora.”
— PUBLISHERS WEEKLY —

Autor
Tradutor
Especificações Técnicas
Keith Donohue é o autor do best-seller The Stolen Child, além de The Angels of Destruction e Centuries of June. Seus livros já foram traduzidos para mais de doze idiomas. O Menino que Desenhava Monstros chamou tanto a atenção do público que rapidamente teve seus direitos vendidos para o cinema. O autor, que tem Ph.D. em Inglês pela Catholic University of America, vive em Maryland. Saiba mais em keithdonohue.com.
 Cláudia Guimarães
Título | O Menino que Desenhava Monstros
Autor | Keith Donohue
Tradutor | Cláudia Guimarães
Editora | DarkSide®
Edição | 1a
Idioma | Português
Especificações | 260 páginas (estimadas), Limited Edition (capa dura)
Dimensões | 16 x 23 cm

QUEM LEU SOBRE ESTE LIVRO, LEU TAMBÉM:

  • Confissões do Crematório
  • Diário de uma Escrava
  • The Kiss of Deception
  • A Guerra que Salvou a Minha Vida

Comentários

  1. […] a necessidade de ficar falando sobre o que o livro se trata. A surpresa é o que mais importa em O Menino que Desenhava Monstros e eu pretendo manter isso, revelando o mínimo possível sobre sua história para que você tenha a […]

  2. […] lindíssimas, diga-se de passagem) são eles: Em Algum Lugar Nas Estrelas, de Clare Vanderpool e O Menino Que Desenhava Monstros, de Keith […]





A cada página de um livro, a cada fase de um jogo, a cada calafrio, estaremos apostando sempre no escuro, no mágico, no inusitado e no novo. Go play! - O terror, a fantasia, o suspense, o mágico. A Editora DarkSide® apresenta o que há de mais interessante e instigante no universo sombrio da literatura, de ontem e de hoje. Todos os direitos reservados© DarkSide® Entretenimento Ltda. www.darksidebooks.com. Oh My gore! Keep Walking Dead. Estranhamente o medo nos cativa.