DarkSide Books

Psicose | Classic Edition

Psicose, o clássico de Robert Bloch, foi publicado originalmente em 1959, livremente inspirado no caso do assassino de Wisconsin, Ed Gein. O protagonista Norman Bates, assim como Gein, era um assassino solitário que vivia em uma localidade rural isolada, teve uma mãe dominadora, construiu um santuário para ela em um quarto e se vestia com roupas femininas.

O livro teve dois lançamentos no Brasil, em 1959 e 1964. São, portanto, quase 50 anos sem uma edição no país, sem que a maioria das novas gerações pudesse ler a obra original que Hitchcock adaptou para o cinema em 1960. A DarkSide orgulhosamente tem o prazer de reparar este lapso, em julho de 2013, com o lançamento de Psicose em versões brochura (classic edition) e capa dura, limited edition que incluirá um caderno especial com imagens do clássico de Hitchcock.

Uma história curiosa envolvendo o livro é que Alfred Hitchcock adquiriu anonimamente os direitos de Psycho e depois comprou todas as cópias do livro disponíveis no mercado para que ninguém o lesse e, consequentemente, ele conseguisse manter a surpresa do final da obra.

HOSPEDE-SE NO MOTEL BATES

AMAZON AMERICANAS SUBMARINO SHOPTIME CIA DOS LIVROS LIVRARIA DA FOLHA MARTINS FONTES CULTURA

Em Psicose, Bloch antecipou e prenunciou a explosão do fenômeno serial killer do final dos anos 1980 e começo dos 1990. O livro, junto com o filme de Hitchcock, tornou-se um ícone do horror, inspirando um número sem fim de imitações inferiores, assim como a criação de Bloch, o esquizofrênico violento e travestido Bates, tornou-se um arquétipo do horror incorporado a cultura pop.

Autor
Tradutora
Descrição
Robert Bloch (1917-1994) foi um escritor norte-americano de terror, fantasia e ficção científica. Autor de centenas de contos e mais de 30 romances, tornou-se mundialmente conhecido com Psicose (1959), adaptado para os cinemas por Alfred Hitchcock. Teve como mentor H.P. Lovecraft, um dos mestres das histórias de horror e mistério, grande incentivador do trabalho de Bloch, com quem chegou a trocar cartas, além de ter sido um dos mais jovens membros do Lovecraft Circle, círculo de amigos do escritor. Colaborou com revistas pulp no começo da carreira, como a “Weird Tales”, além de escrever para fanzines de ficção científica e fantasia. Foi um prolífico roteirista para cinema e TV por mais de trinta anos, tendo escrito dez episódios para a série de suspense e mistério Alfred Hitchcock Apresenta (1962-65), o roteiro do remake de O Gabinete do Dr. Caligari (1962), de Roger Kay, e três roteiros originais para a série Star Trek (1966-67). Ganhou o Hugo Award (pelo conto “That Hell-Bound Train”), além do Bram Stoker Award e do World Fantasy Award.
Anabela Paiva equilibra trabalhos como jornalista, consultora de comunicação e pesquisadora. É autora do livro A Dona das Chaves (Record, 2010), escrito em parceria com Julita Lemgruber. Apaixonada pelo Rio de Janeiro, onde vive, gosta de estudar a história e os problemas da cidade e se orgulha de transitar entre fronteiras sociais e urbanas. Seus familiares a consideram a espectadora ideal para os filmes de terror e suspense, pois costuma dar pulos da cadeira nas cenas mais assustadoras.
Especificações do Livro | Encadernação: brochura - formato: 14x21cm - Número de páginas: 240 - ISBN:9788566636154  - Autor: Robert Bloch - Tradução: Anabela Paiva - Editora: DarkSide® - Idioma: português - Gênero: Terror / Suspense 

QUEM LEU SOBRE ESTE LIVRO, LEU TAMBÉM:

  • O Massacre da Serra Elétrica [Arquivos Sangrentos] Limited Edition
  • Serial Killers
  • Stephen King, a biografia – Coração Assombrado
  • Psicose Limited Edition




A cada página de um livro, a cada fase de um jogo, a cada calafrio, estaremos apostando sempre no escuro, no mágico, no inusitado e no novo. Go play! - O terror, a fantasia, o suspense, o mágico. A Editora DarkSide® apresenta o que há de mais interessante e instigante no universo sombrio da literatura, de ontem e de hoje. Todos os direitos reservados© DarkSide® Entretenimento Ltda. www.darksidebooks.com. Oh My gore! Keep Walking Dead. Estranhamente o medo nos cativa.