A Noite dos Mortos-Vivos - Limited Edition

A Noite dos Mortos-Vivos - Limited Edition

5% de Descontono boleto
+ infos
> book preview
> book trailer
MARCA:
ANO DE PUBLICAÇÃO:
ISBN:
978-85-66636-69-7

“HAROLD SCHECHTER SOU EU NO ESPELHO”

ILANA CASOY, ESPECIALISTA EM SERIAL KILLERS NO BRASIL

Gênero
Não-Ficção
Páginas
400
Idioma
Português
Formato
14x21cm
Peso
280g
Acabamento
Capa Dura
Corte
Colorido

ENTRE NA MENTE DOS PSICOPATAS -

O que faz gente aparentemente normal começar a matar e não parar mais? O que move – e o que pode deter – assassinos em série como Ed Gein.

SOBRE O AUTOR +

O que faz gente aparentemente normal começar a matar e não parar mais? O que move – e o que pode deter – assassinos em série como Ed Gein, o psicopata americano que inspirou os mais célebres maníacos do cinema, como Norman Bates (Psicose, de Alfred Hitchcok), Leatherface (O Massacre da Serra Elétrica, de Tobe Hooper) e Hannibal Lecter (O Silêncio dos Inocentes, de Jonathan Demme). Como explicar a compulsão por matar e o prazer de causar dor, sem qualquer arrependimento? De onde vem tanta fúria? As respostas estão no livro da editora DarkSide® Books: SERIAL KILLERS: ANATOMIA DO MAL, dossiê definitivo sobre o universo sombrio dos psicopatas mais perversos da história. Escrito por Harold Schechter – que pesquisa o tema há mais de três décadas e já publicou, inclusive, a biografia de Ed Gein, Deviant (1998) -, o livro é referência fundamental a todos os que se interessam pelo universo da investigação e da criminologia. Pontuado por curiosidades macabras, dados científicos e fatos pouco conhecidos sobre a trajetória dos principais criminosos em série dos Estados Unidos, SERIAL KILLERS: ANATOMIA DO MAL abrange desde a criação do termo serial killer no início do Século XX (conforme exibido na série MINDHUNTER, da Netflix) até o fascínio exercido por matadores seriais na cultura pop (cinema, música e literatura). Com clareza, ritmo e muita informação, Harold Schechter traça perfis psicológicos impressionantes de criminosos que desafiaram a polícia, viraram notícia e continuam a nos assombrar nas telas da TV e do cinema. Além de Ed Gein, a galeria de personagens sinistros inclui o cannibal Jeffrey Dahmer, que chegou a matar e devorar uma pessoa por semana no verão de 1991; a ex-prostituta Aillen Wuornos (inspiração para o filme Monster), que, depois de confessar seis assassinatos, pediu para ser condenada à morte para interromper a matança; o assassino Zodíaco (cuja verdadeira identidade é desconhecida até hoje); Charles Manson, o lunático que comandou o assassinato da atriz Sharon Tate em um ritual macabro; e Green River Killer, principal assassino de prostitutas da história, só capturado pela polícia com a ajuda de outro serial killer. Em SERIAL KILLERS: ANATOMIA DO MAL você vai descobrir como eles matam e por que matam. Por prazer, dor, amor ou desespero. Por conta de famílias disfuncionais e infâncias perturbadoras. Em nome do demônio ou para o jantar… Histórias reais, assassinos reais, de uma maneira que você nunca viu, estudados com profundidade, rigor científico e conhecimento psicológico. Um livro fundamental para quem se apaixonou por MINDHUNTER, CSI, Dexter, Criminal Minds e para quem acompanha o canal Discovery Investigation e quer entender o que se passa na mente dos assassinos mais temidos e cruéis de todos os tempos. Sem dúvida, oriundos de um sociedade que precisa repensar urgentemente como cicatrizar essas feridas abertas.

PERGUNTE E VEJA OPINIÕES DE QUEM JÁ COMPROU

A linha editorial que ama a nona arte.

CADASTRE-SE.
ENTRE PARA A FAMÍLIA

FIQUE POR DENTRO E RECEBA NOVIDADES, PROMOÇÕES, KITS EXCLUSIVOS EM PRIMEIRA MÃO.

Especificações de Produto

SubtítuloDESENTERRE ESTE CLÁSSICO
Edição
Publicação2014
AutorRUSSO, JHON
ISBN9788566636208
Frase de ImpactoDuplamente alucinante. A criança no porão era realmente assustadora. Nunca senti um tipo de medo assim em toda a minha vida.
Autor FraseSam Raimi
Título DescriçãoDESENTERRE ESTE CLÁSSICO
Sobre o AutorJohn Russo (1939) é escritor, roteirista e diretor, conhecido por sua participação na obra seminal de George Romero A Noite dos Mortos-Vivos (1968). Escreveu os roteiros para Midnight (1982), filme que também dirigiu; The Return of the Living Dead (1985) (não confundir com o romance de mesmo nome que acompanha este livro); e Night of the Living Dead (1990). Atuou em pequenos papéis como ator, o mais conhecido deles como o zumbi não creditado do clássico de 1968. Seus livros de não ficção Making Movies e Scare Tactics são considerados Bíblias do cinema independente e reverenciados por nomes como Steven Spielberg, George Lucas, Stephen King e Quentin Tarantino.

Detalhes do Produto

GêneroFicção
Páginas320
IdiomaPortuguês
Formato14x21
Peso380
AcabamentoCapa Dura
CorteSem pintura

Review 1

Review Descrição 1Aterrorizante e muito divertido.
Review Autor 1Tobe Hopper

Review 2

Review Descrição 2A experiência de John Russo me serviu de guia para finalizar o meu primeiro filme.
Review Autor 2QUENTIN TARANTINO

Review 3

Review Descrição 3O filme me fez perceber que o terror podia produzir coisas realmente fantásticas.
Review Autor 3WES CRAVEN

Review 4

Review Descrição 4Sempre nos referimos a A Noite dos Mortos-vivos como o Cálice Sagrado dos filmes de zumbi. Ele foi uma espécie de farol para o episódio piloto de The Walking Dead.
Review Autor 4GREG NICOTERO

Vídeo e BookPreview

Book Preview
EDIÇÃO ESPECIAL, EM CAPA DURA E CORES ESPECIAIS.

A DarkSide® desenterra mais um clássico do terror. O título não poderia ser mais apropriado: A NOITE DOS MORTOS-VIVOS, considerado uma das maiores obras-primas do gênero.

Se hoje os zumbis estão em alta – influenciados em grande parte pela série The Walking Dead e por games como Resident Evil e filmes como Zumbilândia, além de contracenar com Brad Pitt – é porque, em 1968, George Romero e John Russo se reuniram para escrever o roteiro de A Noite dos Mortos-vivos e mudar a história do cinema. O filme revolucionou o mito sobre as criaturas que voltavam do além: as superstições vodus das velhas produções B deram lugar à epidemia de fome canibal nas ruas norte-americanas. Criaturas similares já haviam aparecido antes nas telonas, mas foi em A Noite dos Mortos-vivos a primeira vez em que foram retratados como uma praga devoradora de carne humana.

Tinha início o Apocalipse Zumbi, tornando-se uma reflexão do momento político dos Estados Unidos. Romero também revolucionou ao escolher um ator negro para protagonizar a história em um momento de tensões raciais à flor da pele; o ativista Martin Luther King fora assassinado meses antes da estreia do filme.

“Sempre nos referimos a A NOITE DOS MORTOS-VIVOS como o Cálice Sagrado dos filmes de zumbi. Regras como ‘Você deve atirar na cabeça para matá-los’ não existiam antes de 1969. Agora é parte da cultura pop. Então devemos muito à visão de Romero e de Russo e ao mundo que eles criaram. O filme foi uma espécie de farol para o episódio piloto da série The Walking Dead”, afirmou Greg Nicotero, o maquiador da série.

Outra obra que marcou definitivamente a cultura pop e teve como uma de suas inspirações o clássico de 1968 foi “Thriller”, o clipe de Michael Jackson, dirigido por John Landis, cultuado diretor de filmes como Um Lobisomem Americano em Londres e Além da Imaginação, o Filme.

O próprio John Russo (que também atua no clássico de 1968 como um zumbi, não creditado) adaptou a história do filme neste romance que a DarkSide® traz para o Brasil. O livro, inédito aqui até hoje, foi lançado em março de 2014, comemorando os 45 anos do filme.

A NOITE DOS MORTOS-VIVOS inclui ainda uma surpresa para os leitores: o texto integral da sequência do clássico, que nunca chegou a ser filmada, chamada de

A VOLTA DOS MORTOS-VIVOS (não vai confundir com a comédia trash de 1985, que também contou com Russo no time de roteiristas).

Isso mesmo: são dois romances de John Russo no mesmo volume.

A obra sai em duas edições, já conhecidas pelos fãs da editora: a LIMITED EDITION, em capa dura; e a CLASSIC EDITION, em brochura e preço mais acessível. Ambas com o acabamento luxuoso das edições DarkSide®.

Tradutor: Lucas Magdiel

Similares