5% OFF NO PIX À VISTA OU EM ATÉ 6X VEZES NO CARTÃO

Cartilagem + Brinde Exclusivo

Cartilagem + Brinde Exclusivo

De: R$ 74,90Por: R$ 52,43

Preço a vista: R$ 52,43

Economia de R$ 22,47

Comprar
> book preview
> book trailer
ANO DE PUBLICAÇÃO:
ISBN:
978-85-66636-69-7

“HAROLD SCHECHTER SOU EU NO ESPELHO”

ILANA CASOY, ESPECIALISTA EM SERIAL KILLERS NO BRASIL

Gênero
Não-Ficção
Páginas
400
Idioma
Português
Formato
14x21cm
Peso
280g
Acabamento
Capa Dura
Corte
Colorido

ENTRE NA MENTE DOS PSICOPATAS -

O que faz gente aparentemente normal começar a matar e não parar mais? O que move – e o que pode deter – assassinos em série como Ed Gein.

SOBRE O AUTOR +

PERGUNTE E VEJA OPINIÕES DE QUEM JÁ COMPROU

cadastre-se

entre para a família

FIQUE POR DENTRO E RECEBA NOVIDADES, PROMOÇÕES, KITS EXCLUSIVOS EM PRIMEIRA MÃO.

Filtros

Filtrar PorLançamentos, Nacionais, Ficção

Especificações de Produto

SubtítuloEdição poderosa com 3 cards exclusivos
Edição
Publicação2022
AutorEloar Guazzelli, Marko Martinz, Renato Turnes e Vander Colombo
ISBN9786555982299
Frase de ImpactoLonge de ser panfletário, Guazzelli é um artista que não se distingue da própria obra. Desenho, quadrinho e narrativa constituem seu estar no mundo – nunca na posição de observador, mas de participante ativo da realidade. Forma e conteúdo não se dissociam em Guazzelli.
Autor FraseMárcio Jr., crítico da Raio Laser
Título DescriçãoUma história de época que carrega dores universais
Sobre o Autor

Eloar Guazzelli nasceu em Vacaria, no Rio Grande do Sul, em 1962. É ilustrador, quadrinista e diretor de arte para animação, formado pelo Instituto de Artes da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. É autor das HQs O Primeiro Dia (2007) e Apocalipse Nau (2014), entre outras. Adaptou para os quadrinhos clássicos como Grande Sertão: Veredas, de Guimarães Rosa, Amar, Verbo Intransitivo, de Mário de Andrade, Demônios, de Aluísio de Azevedo, Kaputt, de Curzio Malaparte, e Vidas Secas, de Graciliano Ramos. Recebeu inúmeras premiações em todo o Brasil e participou de exposições e mostras em catorze países.

Marko Martinz, sócio-fundador da Vinil Filmes, é roteirista, diretor de cinema, documentarista e montador.. Saiba mais em vinilfilmes.tv.

Renato Turnes é ator, diretor de teatro e cinema, roteirista e documentarista.

Vander Colombo é diretor e roteirista de curtas, longas e documentários.

Detalhes do Produto

GêneroFicção
Páginas192
IdiomaPortuguês
Formato17 x 26
Peso690
AcabamentoCapa Dura
CorteSem Pintura

Review 1

Review Descrição 1“A conceituação de gênio passa por esse estupor que se sente com uma obra. Em geral, a gente intui de onde vêm as ideias, mas, ao ver a cidade do Guazzelli, não sabemos de onde ele tirou aquilo.”
Review Autor 1Laerte Coutinho

No final do século XIX, na Ilha de Santa Catarina, Isabel tem uma gravidez difícil e envolta em mistérios. Nem mesmo seu companheiro, o pescador Miguel, lida muito bem com a situação, e apenas a parteira Joana parece compreendê-la. Após um parto complicado, nascem dois meninos siameses, Marcos e Mateus.

Diante da cruel ignorância da população local e de boa parte de sua família de sangue, os irmãos xifópagos passam a ser tratados como aberrações, criaturas malignas perseguidas e condenadas a viver nas sombras da pequena vila. Um lugar cercado de personagens que retratam um Brasil rude e vil diante das diferenças.

Este é o ponto de partida de Cartilagem, história em quadrinhos que reúne o roteiro original assinado pelos cineastas catarinenses Marko Martinz, Renato Turnes e Vander Colombo, e a arte do experiente ilustrador, quadrinista e animador Eloar Guazzelli. Martins, Turnes e Colombo são responsáveis por alguns premiados longas e curtas-metragens, além de documentários e séries de TV, produzidos pela Vinil Filmes. Já Guazzelli é autor de dezenas de quadrinhos e livros infantis, entre eles, a obra autoral Apocalipse Nau, além de adaptações como Kaputt, de Curzio Malaparte, e Vidas Secas, de Graciliano Ramos.

A edição da DarkSide® Books inclui um posfácio da doutora em cinema e educação Karen Christine Rechia, que aborda a dicotomia entre ciência e superstição presente no quadrinho e afirma que “a monstruosidade podia ser vista como prova do pecado, mas também como um elemento divino. Em sua raiz latina, monstrum, que vem de monere diz respeito a um sinal, uma mensagem, uma advertência de que algo bom ou ruim iria ocorrer”.

Assim como os romances Frankenstein, de Mary Shelley, e O Corcunda de Notre Dame, de Victor Hugo, e o filme O Homem Elefante, de David Lynch, Cartilagem é uma história poderosa sobre como a ignorância, o preconceito e as superstições ante o que foge às supostas normas da sociedade acabam assumindo a forma do verdadeiro monstro.