FRETE GRÁTIS A PARTIR DE R$ 149

Ela Seria o Rei + Brindes Exclusivos

Ela Seria o Rei + Brindes Exclusivos

Por: R$ 79,90

Preço a vista: R$ 79,90

Comprar
> book preview
> book trailer
MARCA:
ANO DE PUBLICAÇÃO:
ISBN:
978-85-66636-69-7

“HAROLD SCHECHTER SOU EU NO ESPELHO”

ILANA CASOY, ESPECIALISTA EM SERIAL KILLERS NO BRASIL

Gênero
Não-Ficção
Páginas
400
Idioma
Português
Formato
14x21cm
Peso
280g
Acabamento
Capa Dura
Corte
Colorido

ENTRE NA MENTE DOS PSICOPATAS -

O que faz gente aparentemente normal começar a matar e não parar mais? O que move – e o que pode deter – assassinos em série como Ed Gein.

SOBRE O AUTOR +

PERGUNTE E VEJA OPINIÕES DE QUEM JÁ COMPROU

cadastre-se

entre para a família

FIQUE POR DENTRO E RECEBA NOVIDADES, PROMOÇÕES, KITS EXCLUSIVOS EM PRIMEIRA MÃO.

Filtros

Filtrar PorLançamentos, Ficção

Especificações de Produto

SubtítuloEdição fantástica com card e marcador exclusivos
Edição
Publicação2022
TradutorLarissa Bontempi
AutorWayétu Moore
ISBN9786555981858
Frase de ImpactoUma releitura de tirar o fôlego sobre a fundação da Libéria. O realismo mágico de Wayétu faz qualquer um acreditar em como nós, humanos, estamos conectados com o mundo ao nosso redor.”
Autor FraseGlamour
Título Descrição“Se ela não fosse uma garota ou se não fosse uma mulher… Se ela não fosse uma mulher ou se não fosse uma bruxa, ela seria o rei.”
Sobre o Autor

Wayétu Moore nasceu na Libéria e foi criada em Spring, no Texas. Tem mestrado em Escrita Criativa pela Univedo Sul da Califórnia e em Antropologia e Educação pela Universidade de Columbia. Já escreveu para jornais e revistas como New York Times, Paris Review, Atlantic Magazine e Guernica. É professora de Estudos Africanos na Faculdade de Justiça Criminal John Jay da Universidade da Cidade de Nova York e também fundadora da One Moore Book, organização sem fins lucrativos que, por quase dez anos, publicou e distribuiu livros infantis culturalmente diversos. Ela Seria o Rei é seu livro de estreia. Mora no Brooklyn, em Nova York. Saiba mais em wayetu.com.

Detalhes do Produto

GêneroFicção
Páginas304
IdiomaPortuguês
Formato16 x 23
Peso560
AcabamentoCapa Dura
CorteSem Pintura

Review 1

Review Descrição 1“Este ousado romance de estreia usa o realismo mágico para reimaginar a fundação da Libéria... A força e o simbolismo do mito permeiam a fábula cativante de Moore.”
Review Autor 1New Yorker

Review 2

Review Descrição 2“A estreia de Moore é um retrato incisivo sobre a convergência de forças brutais — colonialismo e tráfico de pessoas escravizadas —, com pinceladas de magia.”
Review Autor 2HuffPost

Na aldeia de Lai, Gbessa é amaldiçoada ao nascer e exilada de seu povo, pela suspeita de que seja uma bruxa. Mordida por uma cobra e deixada para morrer, ela sobrevive. Nascido como escravizado em uma plantação na Virgínia, June Dey esconde sua força incomum, até que um confronto o obriga a fugir. E, nas montanhas azuis da Jamaica, Norman Aragon, filho de um colonizador britânico branco e de uma escravizada Maroon, herdou o dom da mãe e consegue ficar invisível. Três vidas diferentes, mas com habilidades — ou maldições — em comum.

Estreia literária de Wayétu Moore, Ela Seria o Rei aborda a fundação da Libéria — um dos únicos países africanos não colonizados pelos europeus — a partir de uma mistura verdadeiramente fantástica de história e realismo mágico. O país foi fundado e colonizado no século XIX por escravizados americanos libertos, com o auxílio de uma organização privada, que acreditava que pessoas negras teriam mais chances de prosperar na África do que nos Estados Unidos.

Gbessa, incompreendida por seu próprio povo, encontra uma nova vida na colônia de Monróvia. Quando conhece June Dey e Norman Aragon, não demora muito para que eles percebam que são todos amaldiçoados. Juntos, eles protegem os fracos e vulneráveis, amenizando as tensões entre os colonos e as comunidades indígenas à medida que uma nova nação se forma.

Quando Wayétu Moore tinha 5 anos de idade, sua família deixou a Monróvia para escapar da Primeira Guerra Civil da Libéria. Para proteger as crianças dos horrores do conflito, a avó e o pai de Moore criaram uma narrativa em que os tiros eram lutas de dragões, e os cadáveres, pessoas que dormiam na rua. Após alguns desencontros, a família se mudou para os Estados Unidos, onde Moore começou a escrever para digerir e superar o trauma.

Ela Seria o Rei é um livro de muitas camadas, abordando com maestria temas como exploração de poder, feminismo negro, rebelião contra o colonialismo e a escravidão, resiliência negra e maternidade. O resultado é um romance de estreia comovente, com uma trama mágica e politizada, personagens profundos, espíritos e vozes da natureza, viajantes audaciosos e acontecimentos peculiares — elementos entrelaçados com perfeição em uma narrativa única.

Acima de tudo, uma ficção histórica sobre pertencimento, seja de um país recém-nascido, que acabou de fincar suas raízes e busca uma identidade própria, seja de seus personagens, que procura seu lugar no mundo e dentro deles mesmos.

Com o lançamento de Ela Seria o Rei, acolhemos Moore em DarkLove e comemoramos os 10 anos da marca que celebra a autoria feminina, apresentando novos talentos literários e convidando os darksiders a um passeio fascinante e enriquecedor por culturas diversas como as apresentadas nas obras de Yangsze Choo, Evie Wyld e Veera Hiranandani.